quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Filhos

Desde criança eu me imaginava mãe de 3 filhos, hoje tenho 2 meninas pelas quais sou apaixonada, queria muito ter coragem de ter o terceiro, mas quanto mais a caçulinha cresce menos coragem tenho. Agora estou começando poder olhar pra mim novamente, no próximo ano ela vai pra escolinha, então eu terei a tarde livre pra mim. Será que isso é egoísmo?

Ao mesmo tempo chega me dar um aperto no coração quando percebo como elas estão crescendo, não sei se vocês vão me entender,rsrsrs. É maravilhoso ver que elas estão crescendo, que muitas fases já passaram e muitas outras estão por vir e sempre é um desafio novo a ser enfrentado.

Estou muito orgulhosa, ontem fui ver quanto ficaria pra rematricular a Lu e vi na direção um cartaz com a classificação dos alunos do 2º ano ao 5º ano do ensino fundamental, que concorrem a uma bolsa de estudo de 70% e minha filha está em 5º colocação, ainda tem mais 1 trimestre de provas e me disseram que ela tem chance de ganhar a bolsa.  A Luana tem 7 anos completa 8 só no final e está nop 3º ano, mesmo que ela não ganhe a bolsa, já estou tão orgulhosa, mas tão orgulhosa que não consigo descrever, e isso é mérito todo dela, ela gosta de estudar. Sem contar como ela é talentosa com desenhos, ela adora desenhar, ela é maravilhosa e está tão grandona, que fico olhando e não percebi quando foi que ela deixou de ser meu bebê. Olha como sou boba estou com os olhos cheios de lágrimas, como a gente pode amar tanto uma pessoinha? Ela é uma benção em minha vida.

Me lembro quando fiquei grávida dela, foi assim que voltei de lua de mel, descobri que estava grávida, quando li o resultado do exame parecia que eu estava pisando nas nuvens, foi muito louco, porque não fazia parte de nossos planos ter filho logo no início do casamento. Costumo dizer que Deus deixou que eu planejasse tudo até o meu casamento, dali pra frente ele tomou rédias da minha vida e tem transfomado de forma esplendorosa.

A Luana nasceu numa véspera de Natal, ah detalhe a minha Lua de Mel foi em Natal-RN, coinscidência não? Digo pra ela que foi o melhor presente de Natal que já ganhei em toda minha vida. Enfim nosso primeiro Natal casados, passamos na maternidade com o mais belo presente que eu poderia sonhar.

Sem contar que foi uma gravidez deliciosa, claro que fiquei muito enjoada, tive muito sono, saiu algumas estrias em minha barriga, mas isso tudo não tem preço. Desde desse dia minha vida nunca mais foi a mesma, sei que mudei quando engravidei, pois a gente fica sensível e eu ia dos 8 aos 80 em milésimos de segundos, mas o íncrivel foi que achava que a mudança não passaria disso, estava totalmente enganada, quando ela nasceu eu mudei mais um tantão,rsrsrs. Virei uma mãe leoa. Mas vou deixar o restante da história pra depois tenho que fazer um bolo pra igreja.

Fiquem com Deus

 

1 Comment:

Vanessa said...

Sheila minha amiga, é muito bom ter esse sentimento de amor né? É igual canguru, guardar dentro da bolsa e não tirar mais...rs
Um segredo que tenho certeza que você ainda vai praticar com suas filhas ainda...rsrs
Minha mãe ainda insisti em pegar minha mão na hora de atravessar a rua, acho que sempre serei pequena pra ela...kkkk
E eu Adorei as postagens anteriores, tá ficando craqui, nem vai mais precisar do curso, e pode deixar que serei uma consumista dos seus produtos e divulgadora também...rsrs
Bjão!!

PS.: (foi muito bom aquele dia hein, me deu uma leve dor de barriga de tanto comer....kkkk)

 
Querer Sempre Bem © 2008 ♥ Template by B.K